museu

O Museu da Cerveja convida-o a uma visita para degustar em pleno de uma experiência cervejeira única e multissensorial, numa viagem à evolução da cerveja nos últimos cinco séculos em Portugal.

adega monástica

Nesta viagem pela história da cerveja, visite a reconstituição de uma adega monástica europeia, que marca uma época em que a produção da cerveja se fazia com poucos recursos, pelos monges que a fabricavam para se alimentarem e manter o corpo aquecido durante o horário em que se impunha o jejum. Produzida em larga escala nos mosteiros, a cerveja começou a ser enviada para toda a Europa e também para Portugal.

No século XVIII, contudo, D. João V impôs uma interdição à importação da cerveja, como resultado das muitas queixas dos produtores portugueses de vinho, que se lamentavam do consumo crescente da cerveja em detrimento do vinho nacional. Essa interdição escancarou as portas ao fabrico da cerveja em Portugal e Manuel Garcia Moreira, que sabia que a boa água era determinante para o fabrico de uma boa cerveja (e se a água que chegava a Lisboa pelos aquedutos romanos tinha excelente qualidade!), criou uma cerveja portuguesa que, apesar da interdição, passou ironicamente a fornecer a Casa Real Portuguesa.

espaço 1900

Foi no início do séc. XX que a produção caseira deu lugar ao princípio da produção industrial da cerveja em Portugal. Essa industrialização, em larga escala ou feita de forma artesanal, é aqui retratada num espaço cénico e lúdico, que ajuda a entender o princípio da produção e distribuição da cerveja à luz do espírito do advento da industrialização.

Venha ver de perto a magia de um laboratório cervejeiro por entre vidrarias, pipetas, balões e um número sem fim de frascos e garrafas de múltiplas formas e feitios! Sinta a textura do malte, da cevada e do lúpulo, conheça a destilaria com os alambiques de cobre e os barris, testemunhe o minucioso processo da rotulagem, descubra a operação da cravagem das caricas e vivencie a distribuição.

uma ode à
cerveja portuguesa

Na fase final da visita os visitantes são convidados a uma incursão pelo universo das cervejas portuguesas, fabricadas atualmente de norte a sul do país por mais de 100 produtores, revelando a capilaridade desta bebida em Portugal. Com uma extensa variedade de sabores e aromas, estas cervejas atestam que a combinação de quatro ingredientes apenas – água, lúpulo, malte e levedura – quando combinados perfeitamente, são capazes de conseguir um sabor muito especial!

Nesta viagem pelas cervejas portuguesas, testemunhe o entusiasmo e a paixão que os mestres cervejeiros do país dedicaram a cada uma das variedades que criaram e que aqui estão à sua espera. No final da visita ao Museu, escolha uma de entre as mais de 100 cervejas artesanais portuguesas e saboreie a cerveja da sua eleição no copo exclusivo do Museu, assinado por Júlio Pomar, que a mantém bem fresca enquanto percorre o país na rota cervejeira e se delicia nesta eterna aventura.